CANAIS INTERATIVOS

Canal HMTJ

07 de agosto de 2015

8 de agosto - Dia Nacional de Combate ao Colesterol

O colesterol é uma molécula que está presente no sangue e em todos os tecidos do organismo. Ela é essencial para o processo de regeneração das células, produção de hormônios, vitamina D e de ácidos envolvidos na digestão. Mas oncologistas alertam que ele também pode ser um alimento para as células cancerígenas. Assim, uma alimentação saudável e atividade física combatem o colesterol, ao mesmo tempo que previnem outros fatores de risco para desenvolvimento do câncer.

 

Reduzir o colesterol não só ajuda a prevenir doenças cardiovasculares como infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral isquêmico (também conhecido como derrame) como se mostra uma estratégia eficaz para reduzir o risco de câncer, principalmente de mama e intestino. A importância de se adotar hábitos de vida saudáveis para reduzir os riscos de desenvolvimento do colesterol alto e da obesidade se dá pelo fato de que esses fatores podem desencadear alterações celulares que levam a diversos tipos de câncer. Esse processo de carcinogênese ocorre por haver um excesso de gordura corporal que aumenta os níveis circulantes de diversos hormônios, como insulina, leptina, estrogênio e fatores de crescimento (IGF-1), estimulando a proliferação celular e inibindo a apoptose (morte celular programada).


A dieta equilibrada deve ser rica em fibras, com maior quantidade de frutas, legumes, verduras e as oleaginosas (nozes e castanhas), além de substituir os carboidratos simples (ex. arroz branco), por alimentos integrais. Por sua vez, deve ser restritiva em gorduras saturadas (os principais causadores de "colesterol ruim", o LDL) muito presente nas gorduras animais encontradas, por exemplo, na carne vermelha. No caso das fibras, se não for possível consumi-las constantemente, pode-se optar pelas fibras solúveis disponíveis na farmácia, sempre sob a orientação de um especialista. No caso do azeite e das oleaginosas, o consumo deve ser sempre de pequenas quantidades, sem qualquer tipo de excesso.

 

Outras dicas são restringir consideravelmente o consumo de doces e priorizar a ingestão de carnes magras e laticínios com níveis reduzidos de gordura, de preferência desnatados, tubérculos como batata, inhame e mandioca e peixes marinhos, como atum, sardinha e salmão, que são ricos em Ômega-3. E uma dieta equilibrada deve estar sempre associada à prática frequente de atividade física.


Fonte: A. C. Camargo Cancer Center

 


Canais Interativos

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Para receber as últimas notícias e atualizações

(32) 4009-2277
Rua Dr. Dirceu de Andrade, n° 33, Bairro São Mateus,
Juiz de Fora - MG, 36025-140

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR