CANAIS INTERATIVOS

Canal HMTJ

08 de agosto de 2019

Dia Nacional de Combate ao Colesterol

Crianças e adolescentes também podem ser vítimas do colesterol alterado. A campanha da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia dedicou a campanha de 2019 de combate ao Colesterol a este público. Tire suas dúvidas.


VOCÊ SABIA QUE COLESTEROL ALTO PODE SER PERIGOSO TAMBÉM PARA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE?
Em pequenas quantidades, o colesterol é um tipo de gordura saudável e necessária para o organismo. Entretanto, quando em níveis altos no sangue, e sob determinadas condições (diabetes, hipertensão, fumo, e obesidade), o excesso de colesterol pode ser perigoso e se depositar na parede das artérias, causando a aterosclerose. Esse processo pode começar desde a infância. Quando não controlado, pode levar a temíveis complicações como o infarto do miocárdio e o AVC.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DE COLESTEROL ALTO NA INFÂCIA E NA ADOLESCÊNCIA?
A principal causa de colesterol alto é a alimentação rica em gorduras, o excesso de peso e o sedentarismo. Entretanto, algumas crianças e adolescentes terão colesterol alto mesmo seguindo uma dieta saudável.

O COLESTEROL ALTO PODE SER FAMILIAR?
Sim. O importante é saber se a pessoa tem um colesterol alto de família ou apenas porque ela abusa da alimentação. O colesterol familiar é o vilão maior porque começa na infância e pode causar infarto precoce nas pessoas. É a chamada Hipercolesterolemia familiar ou HF.

Quando dosar o COLESTEROL ALTO DE SEU FILHO?
Crianças de 2 a 8 anos obesas, com diagnóstico de diabetes ou que tenham pais com histórico de doença cardíaca ou colesterol alto, devem ter seu colesterol dosado. • Toda criança entre 9 e 12 anos de idade deve ter seu colesterol avaliado pelo menos uma vez na vida. Não precisa de jejum! Se o LDL-colesterol do seu filho ( que é a fração "ruim" do colesterol do sangue) estiver acima de 130 mg/dl, procure um pediatra ou um endocrinologista!

HIPERCOLESTEROLEMIA FAMILIAR (HF)
Algumas crianças podem ter colesterol alto por causa genética (HF). Nestes casos, fazer dieta não é suficiente: medicações seguras devem ser utilizadas para controlar o colesterol e prevenir doença do coração no futuro. A HF é uma doença familiar que pode ser detectada ainda na infância e que, com tratamento adequado, pode evitar o infarto do coração entre os 40 e 50 anos de idade.

QUANDO SUSPEITAR DE HF?
• Quando existirem pessoas na família com o colesterol muito alto ou história de infarto do coração ou morte súbita- antes do 55 anos (homens) ou antes dos 60 anos (Mulheres).
•Quando o LDL colesterol na criança for maior do que 130mg/dl. Procure seu pediatra ou endocrinologista!

EVITE:
• Biscoitos recheados, bolo, chocolate, sorvete, hamburguer, batata frita, refrigerante, frituras e alimentos ultraprocessados em geral.
•Muito tempo de tela (TV, videogame, ipad). A infância e a adolescência são fases importantes na prevenção de doenças do coração. Os hábitos de vida são formados nesta fase e são fundamentais para a qualidade de vida do adulto.

PREFIRA:
• Verduras, legumes e frutas, peixe e frango, leite, queijo branco.
• Brincadeiras ao ar livre, corridas, esportes. O colesterol alto do seu filho não é brincadeira. Proteja sua família. Procure seu pediatra ou seu endocrinologista. As doenças cardiovasculares, como o infarto do miocárdio e o acidente vascular cerebral (AVC ou derrame cerebral) são algumas das maiores causas de morte no mundo.

O colesterol alto do seu filho não é brincadeira. Proteja sua família. Procure seu pediatra ou seu endocrinologista.

 


Canais Interativos

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Para receber as últimas notícias e atualizações

(32) 4009-2277
Rua Dr. Dirceu de Andrade, n° 33, Bairro São Mateus,
Juiz de Fora - MG, 36025-140

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR


Futuro Comunicacao