CANAIS INTERATIVOS

Canal HMTJ

29 de agosto de 2016

Dia Nacional de Combate ao Fumo

O impacto do vício do tabagismo ainda é a principal causa de morte evitável no planeta. Nesta segunda-feira (29) é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo, data instituída em lei no ano de 1986, a fim de conscientizar a população sobre o vício, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).


Se você está interessado em deixar de fumar, fique atento a estas dicas:

1.Quais são os métodos para deixar de fumar?
Existem dois métodos que podem ser utilizados durante as tentativas em se parar de fumar. A primeira delas é a parada imediata, e deverá ser sempre a primeira opção. Inicialmente é marcada uma data pelo próprio fumante e nesse dia ele não poderá mais fumar. O segundo consiste na parada gradual, onde duas práticas poderão ser adotadas: redução do número de cigarros fumados ou o retardamento da hora na qual se tem vontade de fumar.

2.Existe tratamento gratuito para parar de fumar?
Sim. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento gratuito para os fumantes. Procure centros/posto de saúde ou a Secretaria da Saúde do seu município para informações sobre locais e horários de tratamento.

3.É possível parar de fumar definitivamente, mesmo após várias tentativas sem sucesso?
Sim. Sendo o tabagismo uma dependência química, é esperado que a pessoa passe por 3 a 4 experiências (tentativas) antes de parar definitivamente. A cada tentativa ela vai conhecendo suas maiores dificuldades e aprendendo a controla-las, sem ter que fumar.

4.Existem cigarros ou produtos derivados do tabaco que façam menos mal à saúde do fumante?
Não existem cigarros, cachimbos ou charutos que façam menos mal, pois mesmo escolhendo produtos com menores teores de Alcatrão e Nicotina, os fumantes acabam consumindo mais cigarros por dia e tragando-os mais. Testes demonstram que existe uma diferença muito pequena entre os cigarros denominados light e os comuns.

5.Por que é tão difícil parar de fumar?
A nicotina, uma das substancias presentes na composição do tabaco (charuto, cachimbo, cigarro de palha, entre outros) causa forte dependência. Esta substancia produz sensações de prazer, o que pode levar ao abuso e à dependência. Ao ser ingerida, a nicotina produz alterações no sistema nervoso central, modificando o estado emocional e o comportamento dos indivíduos.
Depois que atinge o cérebro, a nicotina libera varias substancias por estimular a sensação de prazer. Com a ingestão contínua, o cérebro se acostuma e passa a precisar de quantidades maiores para manter o mesmo nível de satisfação que tinha inicialmente. Com o passar do tempo, a necessidade de consumir mais cigarros torna-se maior. Por esta razão, os primeiros dias sem o uso do cigarro são considerados os mais difíceis.

6.Existem números e pesquisas que comprovem que as imagens nos maços diminuem o número de fumantes?
No Brasil, uma pesquisa realizada em abril de 2002 pelo Instituto Data Folha, com 2.216 pessoas maiores de 18 anos em 126 municípios de todo país, revelou que 70% dos entrevistados acreditam que as imagens são eficientes para evitar a iniciação ao tabagismo; 67% dos fumantes sentiram vontade de abandonar o fumo a partir da veiculação das imagens e 54% afirmaram preocupações com a própria saúde. Outra pesquisa, realizada pelo serviço Disque Pare de Fumar (atualmente migrado para o Disque Saúde 136) do Ministério da Saúde, entre Março e Dezembro de 2002, com 89.305 pessoas, revelou que 62,67% consideram as imagens um ótimo serviço prestado à comunidade.

7.Quais são as doenças causadas pelo uso do cigarro?
Muitos estudos desenvolvidos até o momento evidenciam que o consumo de derivados do tabaco podem causar quase 50 tipos de doenças diferentes. Está comprovado que o tabagismo é responsável por 25% das mortes por angina e infarto do miocárdio, 90% dos casos de câncer de pulmão, 25% das doenças vasculares (entre elas, derrame cerebral) e 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia).

Fonte: http://portalsaude.saude.gov.br/

 

 


Canais Interativos

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Para receber as últimas notícias e atualizações

(32) 4009-2277
Rua Dr. Dirceu de Andrade, n° 33, Bairro São Mateus,
Juiz de Fora - MG, 36025-140

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR