CANAIS INTERATIVOS

NOTÍCIAS

02 de março de 2017

Cardiologia do HMTJ tem reconhecimento da SBC para pós-graduação na área

A Cardiologia do Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ) começa o ano letivo com uma grande conquista. Após receber visita da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o Curso de Pós-Graduação em Cardiologia, realizado através da Suprema, foi reconhecido para titulação de especialista. O credenciamento foi possível pelo fato do Serviço de Cardiologia do Hospital ser totalmente estruturado para o ensino do pós-graduando. Dispõe de equipe completa, com todas as subespecialidades reconhecidas pela SBC, além de todos os recursos e exames necessários ao futuro especialista em Cardiologia.


Na visão da Coordenadora do Serviço, Marselha Barral, o credenciamento é uma garantia para a pós-graduação ter validação junto ao CRM, mas também é um reconhecimento à estrutura e qualificação do Hospital. "Os membros do SBC que estiveram aqui, se disseram encantados. Além das instalações, confirmaram que o HMTJ oferece desde um teste de esforço até angioplastias e cirurgia cardíaca", completa. Ela destaca que esta é uma conquista fundamental para a Cardiologia do Hospital, pois além de já oferecer a Residência através do MEC, permitirá titular os cardiologistas pelas duas vias possíveis, garantindo ao futuro especialista poder se submeter à prova de Titulo, via Comissão Mista de Especialidades.


Modalidades reconhecidas


A Sociedade Brasileira de Cardiologia é rigorosa no reconhecimento dos profissionais. Somente pode intitular-se Especialista em Cardiologia o médico registrado como tal no seu respectivo Conselho Regional de Medicina (CRM). A Comissão Mista de Especialidades (CME) - composta pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) -, entende que as únicas formas de registro da especialidade junto ao CRM são o Certificado de Residência Médica emitido pelo MEC/CNRM e/ou o Título de Especialista emitido pela AMB/Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). A Suprema, via HMTJ, permite as duas formas.
O Hospital tem os dois. Já está credenciado pelo MEC para a residência em Cardiologia desde 2013, tendo médicos cardiologistas que já concluíram sua formação pelo programa, mas a pós-graduação abre nova perspectiva, ampliando o alcance do HMTJ como hospital de ensino.


Como será o curso


Pela exigência da prática, a pós-graduação não se concretizaria sem o suporte do Serviço no HMTJ, já que são exigidas 50 horas de aulas semanais, sendo seis horas de aulas teóricas e as demais de prática, através de ambulatório, plantões e acompanhamento de procedimentos. Outro requisito da pós-graduação de Cardiologia Suprema/HMTJ são dois anos de atuação em Clínica Médica. Serão mais dois anos de pós-graduação e, inicialmente, foram abertas apenas duas vagas no curso iniciado em 2017, agora em março. "Apesar do SBC ter credenciado quatro, acho que é preciso dar consistência ao curso antes dele crescer", acrescenta a coordenadora. Mesmo com a estrutura já instalada, neste início de ano o Hospital abre mais 10 leitos direcionados à cardiologia, que vão acolher pacientes em observação tanto de casos clínicos, quanto os que se preparam para procedimentos invasivos, ou se recuperam destes e das cirurgias, ampliando o campo para o aprendizado completo.

 

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Para receber as últimas notícias e atualizações

(32) 4009-2277
Rua Dr. Dirceu de Andrade, n° 33, Bairro São Mateus,
Juiz de Fora - MG, 36025-140

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR