CANAIS INTERATIVOS

NOTÍCIAS

30 de novembro de 2016

Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus completa 90 anos

Amanhã, dia 1º de dezembro, o Hospital e Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ) estará em festa, comemorando 90 anos de fundação. De maternidade a hospital geral, a unidade passou por muitas fases, altos e baixos, e hoje é o Hospital de Ensino da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - Suprema, gerido como um núcleo de excelência em atendimento para Juiz de Fora, 100% destinado aos pacientes do SUS.

Hoje, o "Therezinha" tem reconhecimento nacional, com Acreditação nível 2 pela Organização Nacional de Acreditação. O HMTJ, atualmente, destaca-se como referência na saúde da região por gerir, a partir da iniciativa privada, a saúde pública.

Atualmente, o HMTJ possui 250 leitos (200 leitos de enfermaria e 50 leitos de UTI), ambulatório com 45 especialidades, centro cirúrgico, UTI adulto, UTI´s neonatal e pediátrica, alta tecnologia e conforto para seus pacientes. Realiza atendimentos de alta complexidade em cirurgia bariátrica, cirurgia cardíaca infantil e adulta, medicina intervencionista, ortopedia e traumatologia. O HMTJ oferece ainda Residência Multiprofissional e 16 programas de Residência Médica.

Estima-se que 180 mil crianças nasceram no hospital nestes 90 anos, mas, atualmente como hospital geral, deixou de ser referência apenas na obstetrícia, criou sua própria história de sucesso na cardiologia, na terapia intensiva adulta e neonatal, no tratamento da obesidade, na cirurgia ortopédica e geral, no estudo de alergias e outras doenças, na produção científica e na formação de mais de uma centena de residentes de Medicina e outras disciplinas ligadas à saúde, tornando-se um dos mais importantes hospitais de ensino de Minas Gerais. Como hospital 100% SUS, o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, ou HMTJ, tornou-se indispensável na vida de uma base populacional de quase dois milhões de habitantes.

História de orgulho e renascimento

Em 1º de dezembro de 1926, era fundada a associação Maternidade Therezinha de Jesus como entidade filantrópica. Um legado de Juiz de Fora que passou por muitas fases e, renascida muitas vezes, hoje é um dos pilares da saúde pública da cidade e referência para uma microrregião de mais de 90 cidades na Zona da Mata.

Fundada pelos médicos José Dirceu de Andrade, Navantino Alves e Renato de Andrade Santos, a Maternidade foi inaugurada em 1º de janeiro de 1927, no prédio na Avenida Quinze de Novembro, atual Avenida Getúlio Vargas. Em 8 de janeiro de 1927, às 19h, nasceu o primeiro bebê do hospital. Uma menina, filha de mãe solteira e que recebeu o nome de Therezinha de Jesus. E vem dela (não da santa, como muitos pensam) o nome pelo qual a Maternidade ficou conhecida.

Cinco anos depois, em 1931, após doação do Governo de Minas Gerais, a Instituição passou a funcionar na Rua São Mateus. Em 1955, foi construído um anexo, para receber uma lavanderia. Este anexo foi alugado à Obra Social Santa Mônica, destinando-se também ao abrigo de mães desamparadas, sem famílias constituídas, que tinham permissão para trabalhar no local. Segundo dados estatísticos, enquanto esteve no prédio da Rua São Mateus, foram 81.410 nascimentos.

Em 1978, a Maternidade foi transferida para a sede atual, à Rua Dr. Dirceu de Andrade sob a direção, do médico Amaury Teixeira Leite Andrade, em terreno próprio, com 12.700m². Até o ano de 2005, foram realizados 150 mil partos. Mas a partir daí, a história muda novamente.

Em 15 de setembro de 2005, a Instituição passa a ser cogerida pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - Suprema, rebatizado de Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ) e torna-se hospital geral, prestando assistência em diversas especialidades.

A Instituição tem convênio com a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora, para o ensino da disciplina de obstetrícia desde 1967. Através deste convênio mantém um ambulatório de planejamento familiar que atende a toda a população. Faz, ainda, parte do Centro de Biologia de Reprodução (CBR), onde realiza pesquisa na área de reprodução humana e animal desde 1970, para embasar o planejamento familiar.

Mas, a partir de 2005, sob regime de cogestão com a Suprema, o prédio principal recebeu ampliações onde foram criados novos setores, como Unidade de Terapia Intensiva Adulta e Neonatal, Centro de Parto Normal, enfermarias masculina, pediatria, consultórios médicos, clínica de fisioterapia, laboratório de análises clínicas e muito mais. Também foram construídos anexos, onde funcionam salas de aula e biblioteca, lavanderia e abrigo de resíduos hospitalares. Os demais setores, já existentes, foram reformados, com destaque para o centro cirúrgico, para a enfermaria feminina, foram revitalizados e melhorados apartamentos, postos de enfermagem, Serviço de Nutrição e Dietética, o hospital ganhou uma moderna Central de Material Esterilizado, além de reestruturar o setor administrativo e recriar os espaços que passaram a abrigar a nova Hemodinâmica e centros de diagnóstico.

 

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Para receber as últimas notícias e atualizações

(32) 4009-2277
Rua Dr. Dirceu de Andrade, n° 33, Bairro São Mateus,
Juiz de Fora - MG, 36025-140

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR