Evden eve nakliyat platformu istanbul bolgesinde lider firmalar burada evden eve nakliyat

O HOSPITAL

SETORES ADMINISTRATIVOS

Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em medicina do Trabalho - SESMT

Política da Segurança do Trabalho

O setor tem por objetivo supervisionar as atividades ligadas à segurança do trabalho, visando assegurar condições que eliminem ou reduzam ao mínimo os riscos de ocorrência de acidentes de trabalho, observando o cumprimento de toda a legislação pertinente, que regulam a matéria. Tal política tem como função promover inspeções nos locais de trabalho, identificando condições de risco, tomando todas as providências necessárias para eliminar ou minimizar o mesmo, bem como treinar, capacitar e conscientizar todos os funcionários quanto a atos seguros e inseguros no ambiente do trabalho.

Realizamos junto aos diversos setores programas de treinamento sobre segurança do trabalho, incluindo os de conscientização e divulgação de normas de segurança, visando ao desenvolvimento de uma atitude preventiva dos funcionários quanto à segurança do trabalho. Dessa forma, a promoção de campanhas, palestras e outras formas de treinamento têm como objetivo informar e conscientizar o trabalhador sobre atividades de risco, visando melhorar a qualidade de vida, a motivação e a qualificação do profissional.

O sucesso da Política de Segurança do Trabalho torna-se notável, uma vez que se tenha, no mínimo, a redução do índice de acidentes do trabalho e doenças profissionais. Para tal, seguimos o seguinte planejamento:

• prevenção e controle de risco: consiste em eliminar ou minimizar riscos de acidentes, visando uma melhoria contínua das condições de trabalho;
• capacitação e treinamento diversos: preparam profissionais para atuar junto ao risco ao qual está exposto;
• palestras e campanhas motivacionais: buscam mostrar a importância que o funcionário tem para a entidade, fazendo com que o mesmo se preocupe em atuar de forma sadia e segura; 
• responsabilidade: consiste em conseguir que cada colaborador, no seu setor de trabalho, tenha total conhecimento em relação aos princípios de saúde e segurança do trabalho.

São realizadas periodicamente e/ou diariamente, de acordo com a necessidade setorial e que o risco exija, vistorias técnicas, abrangendo e avaliando suas formas de prevenção, por meios de treinamentos sobre uso de equipamentos de proteção individual – EPI e equipamentos de proteção coletiva – EPC, além de ações corretivas. Periodicamente é realizada a avaliação de riscos ambientais e o levantamento dessas condições, sendo documentadas junto ao Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA e ao Laudo Técnico de Condições no Ambiente de Trabalho – LTCAT. Posteriormente, há um comprometimento profissional, para que tais riscos sejam minimizados e os acidentes, antecipados de forma segura, junto às medidas preventivas, de acordo com riscos e não conformidades identificadas.

Para que tal processo seja eficaz, contamos com uma equipe multidisciplinar que compõe a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA, que esta atua diretamente em diversos setores, abrangendo a identificação de não conformidades e ou condições adversas.

Gestão de Segurança do Trabalho

Auditorias de prevenção são realizadas em cada setor periodicamente e, se necessário, diariamente, na intenção de antecipar qualquer potencial que possam causar um dano à saúde física e/ou psíquica ao profissional exposto. Vistorias técnicas são realizadas também em cada local especificado, independentemente do risco, abrangendo e avaliando diversas formas de atuação profissional, junto ao risco ao qual o profissional está exposto, visando não só a minimização, mas principalmente a eliminação do risco e a prevalência da qualidade de vida.

Uma vez que todos os setores já têm riscos identificados e avaliados, cabe à Segurança do Trabalho realizar uma intensa programação de treinamentos sobre o risco identificado, na intenção de apresentá-lo para o profissional exposto, ou seja: transmitir aos funcionários, de forma clara e explícita, os conhecimentos totais acerca dos riscos a que estão expostos e das possíveis perdas materiais e pessoais, uma vez que tais medidas de segurança não são sempre respeitadas.

A segurança do trabalho realiza periodicamente um Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, constando ainda na entidade o Laudo Técnico de Condições no Ambiente de Trabalho – LTCAT, no qual estão descritos todos os setores e seus respectivos riscos e agentes. Nesses programas, são relacionadas as funções, os riscos inerente e suas formas de prevenção. O PPRA é realizado uma vez por ano e/ou quando houver mudança na parte física da entidade. Nesse documento encontra-se um cronograma de ação anual, no qual constam os treinamentos, palestras e ações a serem realizadas até o término de seu período de validade. O PPRA deverá ser arquivado por um prazo de 20 anos e estar à disposição de todos os funcionários.

Para que tal processo seja eficaz, contamos com uma equipe multidisciplinar que compõe a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA, que atua diretamente em diversos setores, abrangendo a identificação de não conformidades e/ou condições adversas. O HMTJ aguarda, atualmente, avaliação de projeto de incêndio pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, e o encerramento da formação da Brigada de Incêndio da Entidade.

A equipe é formada por dois técnicos de segurança do trabalho, que têm como objetivo supervisionar as atividades ligadas à segurança do trabalho, visando assegurar condições que eliminem ou reduzam ao mínimo os riscos de ocorrência de acidentes de trabalho, observando o cumprimento de toda a legislação pertinente.

Gestão de Medicina do Trabalho

É um programa no qual ficam descrito todos os procedimentos e condutas a serem seguidas pelo empregador junto à saúde dos seus colaboradores, de acordo com os riscos inerentes de cada função. O objetivo é a prevenção, visando detectar precocemente, através de monitoramento técnico, qualquer possibilidade de o colaborador vir a ter um dano à saúde, ou seja: visa controlar a exposição do colaborador junto ao risco inerente, por meios de avaliações clínicas e/ou médicas.

Uma vez elaborado o PPRA, é realizado posteriormente o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, elaborado pelo médico do trabalho, através de reconhecimento prévio dos riscos ocupacionais existentes na empresa em função das atividades desenvolvidas. Vale salientar que todas as empresas, independentemente do tamanho ou grau de risco, devem implantar o PCMSO e arquivá-lo durante 20 anos, sendo que o mesmo deverá estar à disposição de todos os colaboradores.

No PCMSO, além de constar as políticas preventivas junto à saúde dos colaboradores, tais como exames médico periódicos, admissionais, demissionais, de mudança de função, de retorno ao trabalho e complementares, e vacinas para imunização, constam ainda as normas de conduta para com os funcionários acidentados, cabendo todos os procedimentos e atenção ao mesmo. Como o PCMSO é considerado um programa de prevenção, no mesmo também é citada a forma de imunização dos funcionários, visando atender às exigências legais junto ao Ministério da Saúde e aos órgão competentes, de acordo com o ramo específico de cada empresa.

Conforto e saúde do colaborador são comprovadamente fatores de produtividade. Os custos com ausências por doenças e suas implicações legais, desde os exames provindos de acidentes para avaliação médica e/ou clínica até os casos que citam colaboradores com doenças ocupacionais, alavancam prejuízos que podem ser, no mínimo, antecipados se as empresas seguirem corretamente os princípios de Medicina e Segurança do Trabalho.

Ações de prevenção e Controle da Saúde

Atendimento ao Colaborador Não Acidentado
Atualmente no Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, há atendimento laboral junto ao profissional e/ou colaborador que estiver com problemas diversos de saúde, visando fazer com que todos trabalhem de forma saudável. Tais procedimentos têm início desde o comunicado do mesmo ao respectivo coordenador do setor, passando por encaminhamento clínico, medicações diversas, até a alta do paciente e uma posterior consulta junto aos serviços de Medicina do Trabalho.

Atendimento ao Colaborador Acidentado
Há total assistência ao colaborador acidentado a serviço da entidade em caráter constante, independentemente do dia ou da hora. O acidentado é encaminhado para o atendimento clínico, munido de todos os documentos pessoais e os que lhe são de direito, tais como a Comunicação de Acidente de Trabalhos – CAT, sendo acompanhado por um Profissional da Segurança do Trabalho, podendo o mesmo ser encaminhado para diversas especialidades, além das que são oferecidos na entidade, para recuperação de sua saúde.

Projeto de Qualidade de Vida

Ginástica Laboral: é executada por estudantes do 8º período de Fisioterapia – Estágio em Saúde Laboral, supervisionado pela fisioterapeuta RT do HMTJ, Bruna LaRocca Condé. É aberto aos colaboradores de todos os setores do Hospital e funciona às quintas-feiras, às 8h e às 8h30, no Refeitório. O objetivo é a prevenção de doenças ocupacionais. Foram feitas avaliações dos riscos de cada setor, verificando as adaptações que podem ser realizadas para se minimizar as possibilidades de ocorrências. As principais doenças ocupacionais registradas no HMTJ são tendinites por esforço repetitivo e lesões relacionadas aos diversos postos de trabalho. Os estagiários ensinam os exercícios e orientam os funcionários a repeti-los ao longo do dia. O ideal é que a ginástica seja feita antes do início das funções, durante e depois, durante 10 ou 15 minutos, todos os dias.

Incentivo à Prática Desportiva: política interna de incentivo à prática esportiva, desde 2009, visando associar os exercícios físicos ao relacionamento pessoal e familiar, favorecendo assim a melhoria da qualidade de vida dos colaboradores, sempre em parceria com professores, acadêmicos e diretores da FCMS/JF – Suprema. Além de propiciar momentos de descontração, lazer e integração, a prática também é fator importante para a saúde física e mental. O projeto é aberto a todos os integrantes da FCMS/JF e do HMTJ. Nossa Política de Esportes não está focada na performance ou na obtenção de títulos, mas na satisfação de nosso público. Nossas ações são baseadas em atividades externas e internas, priorizando a interação da família Suprema/HMTJ, oportunizando o contato com outras instituições de ensino de Juiz de Fora e região.

Projeto de Imunização dos Colaboradores: Vai desde os atestados de aptidão para o trabalho, respeitando suas periodicidades, incluindo se necessário exames complementares; até um rigoroso acompanhamento junto ao profissional com quaisquer problemas de saúde. Uma vez a cada seis meses é realizada uma campanha especial, para imunização contra o vírus H1N1 (Anti-Influenza A), contra Febre Amarela, Hepatite B, Dupla Adulto e Triviral. Para tal, a entidade conta com o apoio de acadêmicos de Enfermagem, Professores/Enfermeiros e principalmente do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar – SCIH.

 

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Para receber as últimas notícias e atualizações

(32) 4009-2277
Rua Dr. Dirceu de Andrade, n° 33, Bairro São Mateus,
Juiz de Fora - MG, 36025-140

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR