UTI Adulto HMTJ


No Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus há duas Unidades de Terapia Intensiva para adultos, a UTI Adulto I, (no andar térreo), e a UTI Adulto II (localizada no segundo andar) e cada leito é divido por boxes. Todos possuem equipamentos para o adequado suporte e monitorização cardiocirculatória, respiratória, neurológica e renal dos pacientes internados.

Formadas por equipe multidisciplinar, as unidades contam com profissionais treinados para oferecer apoio, explicar e descrever o equipamento e o aspecto do paciente à família, usando uma linguagem acessível e não muito científica. Nas duas UTIs a equipe é composta por: médicos intensivistas, coordenador médico, oito enfermeiros assistenciais, um coordenador de Enfermagem, 46 técnicos de Enfermagem, além de equipe multidisciplinar, com fisioterapeutas, fonoaudiólogo, psicólogo, nutricionista, que recebe ainda apoio do Serviço de Odontologia do hospital.

O HMTJ está entre os 119 hospitais brasileiros que fazem parte do projeto “Saúde em Nossas Mãos” (Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil) que é realizado de forma colaborativa com hospitais (privados) de referência nacional. Seu principal objetivo é reduzir índices de infecção e mortes por doenças relacionadas à assistência na rede pública. O índice de infecções hospitalares em UTIs nestes hospitais, em 25 estados brasileiros, já foi reduzido em 33,4% entre janeiro de 2018 e junho de 2019, o que representa 2.888 infecções evitadas e 978 vidas salvas, além de uma economia de R$ 149 milhões ao SUS.


Horários de visitas:
Das 11h às 13 h e das 17h às 20h
(Somente 02 visitantes, sem revezamento)
Leito humanizado na UTI: 8h às 20h
(01 pessoa da família podendo trocar às 14h).
Informações do paciente não são passadas por telefone, mas pessoalmente, no horário de visita.

 

Para garantir uma estadia segura aos pacientes, é importante que visitantes e familiares sigam as orientações do Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus.

Estas normas foram criadas visando estabelecer um controle de infecção hospitalar e proporcionar maior conforto aos pacientes internados nesta instituição. 

  • Visitantes com qualquer tipo de doença infecciosa, tipo gastroenterites, respiratórias ou outras, bem como portadores de febre, dermatites, abscessos, não devem visitar pacientes. 

  • Todo visitante deve ser supervisionado na lavagem das mãos prévia e posteriormente à visita. 

  • A restrição do número de visitantes por paciente está indicada para evitar a superlotação dentro das unidades de internamento, o que dificulta a orientação e supervisão adequadas. 

  • O visitante não deve trazer alimentos ao paciente; quando permitido, deverão ser entregues à enfermagem (acondicionados em embalagens fechadas), em condições que favoreçam sua conservação e consumo o mais breve possível. 

  • Rotineiramente, não são permitidas sacolas, bolsas trazidas pelos visitantes, evitando que sejam colocadas no chão, sobre a cama, ou mesa de refeições 

  • O visitante não deverá utilizar a cama do paciente ou qualquer outra (sentar, deitar), evitando dessa maneira, carregar microorganismos tanto para o leito hospitalar quanto para sua roupa. 

 

Observações: 

✔ O horário das UTI's poderá sofrer alterações devido às intercorrências no setor; 

✔ As informações sobre o paciente só serão passadas pelo médico no horário de visita das 17h. 

Vestimenta dos visitantes: não é permitida entrada de camiseta muito abertas, mini-blusa, vestidos curtos, mini-saia, bermuda curta, short, chinelo, bolsas. A vestimenta correta é calça e sapato fechado; 

✔ Lavar as mãos antes e depois de entrar e sair do leito; 

✔ Antes de entrar: retirar todos os adornos (pulseiras, anéis, cordões grandes, alianças e outros); 

✔ Se na cama estiver uma placa de cor vermelha ou amarela, perguntar o que ela significa ou o cuidado que é preciso ter para a equipe de enfermagem; 

✔ Desligar o celular; 

✔ Evitar conversas desnecessárias e ou querer visitar o vizinho; 

✔ Respeitar o silêncio no ambiente; 

✔ Número de visitantes: 02 por dia, sem trocas; 

✔ No ato da visita, apresentar documento de identificação (RG) para que o visitante seja cadastrado no sistema de visitas. Caso não seja apresentado, não será liberada a visita do familiar; 

✔ Orientamos aos visitantes para que não tragam objetos desnecessários durante a visitação, devido não podermos nos responsabilizar por objetos pessoais dos mesmos; ✔ O hospital é 100% SUS, por isto nenhum procedimento será cobrado. Visita religiosa: diariamente de 08:00 às 22 h, um religioso identificado. Neste horário o religioso deverá entrar no setor, se identificar e realizar a oração no paciente solicitado. Após a oração, se direcionar à saída e não realizar nenhum questionamento sobre estado clínico do paciente aos profissionais do setor, devendo este ser SOMENTE tratado durante o horário de visita. Procurem ficar confiantes pois, cuidaremos muito bem do seu familiar.



 

.